não faz a íntima, gata

fazendo a intima

fazendo a íntima

Japa Girl*

Era noite de sábado. Aniversário de um amigo em um bar. Lugarzinho bacana. Faço amigos na fila do banheiro. É phino fazer amigos (é?). Um deles comenta sobre os quadros pendurados na parede e como não gostou deles. Falo sobre as luminárias do local, que ele não reparou, mas ficou horrorizado quando eu disse que o efeito da luz indireta próximo à escada era feito por uma folha A4 no entorno da lâmpada. Depois, meu novo amigo passa por mim e puxa um novo papo (gay).

Ele é gay, defino, fatal. Mostro a ele as luminárias, e ele revira os olhos, achando ‘uó’. Esposo me diz que não posso me atirar em cada gay que cruza meu caminho. Eu sempre me atiro.

A luz indireta das luminárias deixa de ser luz e se apaga. Vira balada. Um amigo que estava conosco acha uma loira interessante, e eu, com várias Patrícias (a cerveja) na cabeça, resolvo conhecê-la por ele. A moça é simpática. Apresento ela ao meu amigo. Eles se entendem.

Meu amigo do banheiro chega na roda. Ele é velho conhecido da loira. Conversamos mais um pouco. Marido já acha que é hora de ir embora, mas eu sigo conversando e inventando muitas histórias. Comento com a moça que adorei o amigo dela. Ela me questiona:

– qual deles?

– aquele ali, o que é gay, respondo apontado ao meu amigo do banheiro.

Ela sorri pra mim, total sem graça:

– ele não é gay.

– sim, é gay.

Insisto mais um pouco sobre a condição homossexual do cara. Mas ela segue dizendo que não. Uma outra amiga sustenta a teoria de que não é. Eu sigo não acreditando. Por sorte, marido me tira do recinto. Alguns instantes a mais ali, e eu perguntaria ao próprio sobre a orientação sexual dele.

*Japa Girl adora tanto os gays que vê bichice até onde não existe. De vez em quando, principalmente quando bebe, faz as vezes de “abobadinha da Estrela”. Seguidamente “faz a íntima” com os passantes. Nem sempre é legal, fica a dica. É a colaboradora phina deste domingo. Pode ser também achada aqui.

Comentário do editor: Era fashion ter amigos gays nos anos 80 (era?). Hoje em dia, is so last week. Vamos superar essa fase?

Anúncios

4 Comentários

Arquivado em contribuição phina, fica aí a dica

4 Respostas para “não faz a íntima, gata

  1. Pingback: purpurinando « i am a married japa girl

  2. Putz, e eu procurando indiscriminadamente um amigo gay…

  3. Colega maluca 1

    “Comentário do editor: Era fashion ter amigos gays nos anos 80 (era?). Hoje em dia, is so last week. Vamos superar essa fase?”.. Totalmente de acordo com o editor.. gostaria muito de nunca mais ouvir uma amiga (hetero) dizer que adora ter amigos gays ou, pior, “os gays me adoram”

  4. Pingback: Eu bebo anti-socialmente (e viro a Hebe) « Em busca do phino

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s