Morrissey saved my life

"Antes do casamento os olhos devem estar bem abertos; depois do casamento, semicerrados." Benjamim Franklin

Dany Darko*

Há algumas semanas, o editor-chefe desse wikiphino reclamou da infelicidade de ser solteiro. Mas como vim ser gauche na vida, faço parte do movimento contrário. Para mim, a solteirice é o que há de melhor nos relacionamentos humanos. Não me refiro à solidão, porque ainda que eu seja anti-social mundial de carteirinha, eu aceito que ela pode ser triste, o que não exclui a sua necessidade. “Acho um pouco bom”, como canta Lovefoxxx. E friso que estou longe de acreditar que a fórmula da felicidade venha obrigatoriamente em duplicata.

Reconheço que eu não tenho do que reclamar: rege a certeza de que eu tenho o melhor petit-ami do mundo, assim como acumulo a quase inevitável vontade de atirar o bico da minha Melissa Night Evil cada vez que eu tenho que responder a perguntas (freqüentes) relativas a casamento e a produtos da procriação humana. Explico: para um hétero, a aproximação à terceira década de vida sugere que você tenha um bom emprego, um bom imóvel, uma união em vista e, futuramente, herdeiros – no plural. E temo. Mas levando em conta que sua interlocutora não preenche nenhum desses pré-requisitos, de que adianta a enquete? Prefiro conversar sobre a previsão do tempo.

Eis que, en France, para piorar ainda mais minha situação, casamento é uma etapa essencial, quase obrigatória. Não basta a simples troca de alianças, é preciso armar o circo, fazer festa, chamar toda a família, fauna e flora, avisar o Sarkozy, convidar o Dalai Lama, o Papa, o Obama e o Osama, e vender a alma pro Diabo pra pagar essa conta. Porque casamento não sai caro só economicamente: tem amigo meu, francês, se convertendo até ao islã para a efetividade de sua união com uma mulçumana. Vão casar na Bélgica e no Marrocos e se afundar em gastos até o final da Copa de 2020. Tudo isso para pagarem Veuve Cliquot para 500 convidados em cada uma das cerimônias. E acham isso bonito ainda. Se convocassem menos pessoas, pelo menos sobraria mais champagne pra mim, e eu poderia me contentar um tiquinho assim a mais.

E aí, o que eu vou dizer lá em casa depois de minha progenitora ter jurado de morte uma cabeleireira que disse, no final de um penteado, que o maior sonho de toda a vida dela era ver sua filha entrando de véu e grinalda na igreja? Maman saiu descabelada, mas abriu sua maletinha terrorista e explodiu todo o salão. E aí que, quando contei pra ela que, só no primeiro semestre do ano que vem, tenho cinco casamentos para ir, aqui acima da linha do Equador, e não coincidentemente de casais que já têm uma vida em comum, roommates, flatemates, mesma-cama-e-casa-mates, whatever, ela disse:

“Minha filha, te cuida para a próxima não seres tu”.

E completou:

“E já vai escolhendo figurinos a dedo para que, no dia de cada casamento, tu estejas, com exclusividade, mais bonita que as noivas”.

Muahahahahahaha (risada malvada): Mamãe ama o meu revólver.

Por isso é que brindo à solteirice, que é a phina liberdade de decidir qual é seu estado civil independente das imposições mundanas. Eu sou solteira, mas tenho um namorado lindo, francês bem limpinho, e moramos juntos, tudo vai muito bem, obrigada, e não me façam mais perguntas sobre meu estado civil, que eu não falo sobre minha vida pessoal. Porque L’Andreis já disse que isso não é phino e eu apóio essa idéia. Fim.

Ah, quase esqueci! O conteúdo educativo do wikiphino hoje é: você pode ser solteiro, mesmo que você seja casado, separado, ajuntado, afrescalhado ou celibatário, como o Morrissey. Aliás, pensando bem, eu só me casaria mesmo se fosse com ele.

*Dany Darko não conseguiu dormir, comer, estudar, pensar, ser e estar porque petit-ami viajou certo dia. Mas continua jurando que é solteira, sempre aqui, às quartas. Dá conselhos sobre relacionamentos também no Ma vie en rose, de frente, de lado, de costas: en France.

Anúncios

6 Comentários

Arquivado em correspondente internacional, Dany Darko, relaçã? sã?

6 Respostas para “Morrissey saved my life

  1. Gente, casamento pra mim é aquela coisa: estou sempre tão bem vestido que ganho muitos pontos na escala da dignidade. É batata. Ainda bem, porque no final do casório saio todo sujinho da festa direto pro muquifo mais próximo… E volto pra casa na escala negativa da phinesse. Isso quando chego…

  2. sextasessao

    Sou tão contra casamento que me recuso até a comentar qualquer coisa que se relacione ao assunto. Mas o Rafa me convenceu a deixar o meu testemunho:
    Tenho uma long term relashionship.
    Até hoje não encontramos um termo para definir a nossa situação. Dependendo da idade e da phinesse (ou falta de) dos interlocutores, apresentamos o outro como namorado/a, marido/mulher, comcubino/a, amante ou FF (se não entendeu, não pergunte).
    Divertido é ver a reação das pessoas que perguntam:
    “tem namorado?” “tenho”
    “faz quanto tempo?” “16 anos” (eu disse que era long term)
    “mas vocês moram juntos?” “não”
    “mas planejam morar, né?” “não”
    “nem querem ter filhos?” “não”
    Primeiro a expressão no rosto é de incredulidade, depois de choque, às vezes de desprezo ou pena (quando meus valores morais e a minha sanidade mental são questionados) e, não raramente, meu amóóóór, de inveja.
    OBS: A parte ruim é quando a pessoa começa a fazer conta: “peraí, 16 anos? mas que idade tu tem?” “ele era pedófilo”

  3. FF acaba de entrar para a minha lista de classificação status do relacionamento.Tomara que os pais do petit-ami não perguntem…

  4. … é que, na verdade, seria complicado explicar em francês…

  5. s’il vous plaît (acertei?), nos ilustre com a tradução da sigla FF para o francês!!!

  6. Igor

    Simplesmente amei tua mãe! Percebe-se donde vem tanto lirismo irônico!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s