Elas estão ao nosso redor

"Estilo é como castelos, não se compra, se herda"
Estilo é como castelos, não se compra, se herda

Por L’Andreis*

Datada demais, a expressão patricinha é do tempo de mamãe. Nessa época, significava uma menina com eira e beira, que se vestia de acordo com as normas. O tempo mudou, e as normas, também. A menina de boa família agora se chama herdeira e pode ser descolada como Paola Orleans, com falta de noção como Paris Hilton ou hardcore como Carol Teixeira. Já patricinha é o nome que se dá ao que aqui em casa chamamos “brincão e pata de elefante”.

De phina a patricinha por opção e wannabe herdeira ou mulher do Justus, não tem mais nem porcelana em casa. Vinda da classe média ou ainda nela, ela busca se enquadrar na moda da novela. Nunca leu a Vogue e acha uma marca internacional tão luxuosa quanto a Zara e ainda berra que é CHIQUÉRRIMO.

A patricinha 00´ não usa Facebook e está mesmo no Orkut escrevendo aXiM, mas , para dar um toque atual a esta coluna, vou escrever “As 25 coisas que você precisa saber sobre as patricinhas”. É um guia para enquadrar-se e tratar de mudar, para falar mal daquela ex do atual e para antropologia na parada de ônibus. De nada.

25 que você precisa saber sobre PATRICINHAS:

1. Usa salto pata de elefante. Pode ser em botas de camurça ou em tamancos com tema SURF. Seria melhor colar um tijolo nas Havaianas.

2. Usa a clássica argola dourada GIGANTE nas orelhas. Não importa a ocasião, não importa o look.

3. Quando quer diversificar, usa brincões com temática NATUREZA.

4. Nunca, nunca, em hipótese alguma, corta as madeixas com LUZES.

5. Investe em bronzeamento artificial o ano todo.

6. Em sua grande maioria, são assessoras de imprensa, relações públicas, secretárias, médicas, advogadas, administradoras, farmacêuticas, publicitárias do atendimento ou planejamento. Calma, você pode ser a exceção que confirma a regra.

7. Não está podendo gastar R$ 100 ou R$ 200 por noite na BALADA, mas não conhece outro jeito de se divertir.

8. Como nós, adora compras. E até pode freqüentar as mesmas lojas, mas escolhe aquela BATA ESTAMPADA ou aquele jeans com APLICAÇÕES brilhantes que você quase vomitou em cima.

9. Fica com os caras podres de bêbados do Madras (ou a boate da moda de sua preferência), mas acaba namorando com os caras legais de auto-estima baixa que a carregam como troféu e “não têm imaginação pra trocar de mulher”.

10. É gostosa. Malha, come pouco, tem distúrbios alimentares. Pena que magreza não vem junto com bom gosto.

11.Tem carro 1.0 e dirige bem. Ir ao Madras exige isso, já que os bêbados não vão levar elas pra casa.

12. Moda para elas é a da novela das oito.

13. Ícone fashion: Grazi Massafera.

14. Programa da TV: Big Brother Brasil.

15. Quer, quer, quer, do fundo do umbigo com piercing, ser descolada, diferente, liberada. Não consegue porque faltam movimento e experiência de vida. Desculpa mona, cheguei aqui passando por poucas e boas.

16. Vamos entregar: é frígida. Todo esse brilho é histeria, Dr. Freud.

17. Gosta da Madonna porque os “amigos gays” gostam e as músicas fazem todo mundo dançar.

18. Usa drogas psicodélicas como ácido ou maconha. Combina com a estampa da bata.

19. Cora quando lembra que beijou uma amiga na BALADA certa vez porque os RAPAZES bêbados pediram.

20. Tem fases musicais. Já curtiu eletrônico, música negra e agora está nessa do samba rock. Pelo menos foi isso que eu soube da última vez que vi uma.

21. Diz para todo mundo, quando está solteira, que sai todo o fim de semana para “dançar com as amigas”, mas quer mesmo homem.

22. Tem uma música-tema da turma de amigas. Quando toca todas gritam AHHHHHHHHHHHHH no meio da BUATY.

23. Mora com a família, mas jura que vai alugar um apê assim que der.

24. Não tem nenhuma originalidade na sexualidade, no vestuário, no cotidiano, mas se acha brilhante e boa o suficiente para aparecer na festa underground. Assim, de vez em quando, a título de curiosidade.

25. Não lê o EBDP.

*L’Andreis até tentou ser boa. Mas por que, senhor, se má ela é DEVERAS melhor? Cutuca você e as gatas da GERAU sempre que pode. Somente aqui, às quintas.

14 Comentários

Arquivado em L’Andreis, moda versus phinesse, vergonha alheia

14 Respostas para “Elas estão ao nosso redor

  1. Gente, morro pra ir no camarote VIP do Madras. Quem me leva?

    Ai se eu fosse jovem e gostasse de chocar…. MUahahahahahha

    Agora, falando sério, não ler o EBDP é a falha mais grave, vamos combinar? Porque se lesse, a maioria das outras 24 poderiam ser evitadas.

  2. “Estilo é como castelos, não se compra, se herda”: lindo, lindo. Chorei de emoção!

  3. L´Andreis

    Não ler EBDP á a falta de classe suprema.

  4. assim, OBRIGADA!
    hahahahahahahaha
    eu penso TODA essa lista umas 32x POR DIA.
    [com a MESMA maldade]

    e sim, eu sou a publicitária ex-atendimento, atual planejamento que é exceção! obrigada de novo!!

    hahahahaha. bjbj

  5. Em busca do Pheno

    7. Não tem posses para gastar R$100 ou R$200 por noite na BALADA, mas não conhece outro jeito de se divertir.

    acaba namorando com os caras legais de auto-estima baixa que a carrega como troféu e “não tem imaginação pra trocar de mulher”.

    LAPIDAR

  6. Caroline Andreis

    caru: tu és verdadeiramente exceção.

    Pheno: favor encontrar-me no msn para discutir LITERATURA. =)

  7. Caroline Andreis

    Pheno: mandei a lapidação para o editor.

    Obrigada pela boa conduta.

  8. Ms.Riverside

    É a argola enorme quase rasgando o lóbulo NOT!!

  9. A. Carolina Almeida

    “Estilo é como castelos, não se compra, se herda”

    Essa guria sabe TUDO!!

    Beijão e saudades
    =)

  10. Li as 25 aflita, com medo de me identificar com alguma. Mas descobri que não sou patricinha. Sou só perua… ufa

  11. igor

    Aiii acho que me identifiquei com a 22, vai ver por isso não arrumo ninguém em festa. Devo ter certos resquícios patricinhos em minha mente sem lembranças.
    … then again… ‘arrumar’ alguém em balada não é nada phino!

    A-do-ro antropologia de rua! Pelo menos estou no caminho certo!

  12. dgdgd

    educação não se herda por osmose. cruzei essazinha aí da foto no saguão de um prédio, nós dois (e nossos acompanhantes) se dirigiam pra mesma festa. ela foi pra outro lado e, sei lá por quê, ela precisou de uma informação. se dirigiu ao nosso grupo, a uns 10 metros dela no máximo, com um “ssssssh, ô”. enquanto ela engatava a pergunta, ouviu de mim um “como é que tu falou? ô, sssh? sai e entra de novo”. na boa…

  13. dgdgd

    errinho crasso de concordância ali… eita!

  14. Caroline Andreis

    diego: é a bibida, já diria Beth Faria.

    sobre a fofoca: pena. é triste quando uma herdeira mancha a reputação da classe.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s