Leilão de Babushkas

Primeira boneca pronta apara o Leilão de Babushkas. Artista: Jules Medina

Primeira boneca pronta apara o Leilão de Babushkas. Artista: Jules Medina

Por L’Andreis*

Quando voltei de uma temporada de estudos em Cuba, em 2005, aterrissei em São Paulo e quis ficar umas horas por aqui. Era quase dezembro, o sol batia nos prédios cinza (minha cor predileta ao lado do branco), e eu gostei do clima da cidade. Chegando a Porto Alegre, tudo parecia sem brilho. Pensei em mudar.

Quatro anos depois, com muitas idas e vindas a trabalho, São Paulo, Porto Alegre, Litlle Italy, Nova York (ahan), nada no mundo ocidental me atrai. Tendo internet, telefone, celular, home theater, posso estar em Cafundó (SESSÃO, Sexta. Embuscadophino.com.br) que tá tudo bem.

Confesso que Madrid, apenas Madrid, me faz ter um sensação única. Gosto do povo, gosto da siesta, da maneira como eles comem, trabalham, se misturam. Mas vejo meus amigos lá fora e não tenho aquela vontadona (MENEGHELL, Sacha) de ir embora: eles seguem a mesma rotina que a gente.

Acabei de voltar da Liberdade e entrar naquelas lojas cheia de mocinhas magrinhas falando akatawatawata, onde finalmente achei uma coisa que ainda me seduz: guetos. Deve ser crise dos quase trinta, mas a identidade dos bairros japoneses, peruanos, russos, poloneses, italianos, isso sim dá caldo. Os prédios com Mcdonald’s, Starbucks, Pizza Hut, Friday’s, Applebee’s, me fazem querer ficar em casa.

A autenticidade dos bairros étnicos me faz ter vontade largar o twitter de lado. Nunca pensei que eu, cosmopolita de não se entregar à praia, ia acabar gostando do pessoal que vive mais parecido com meus antepassados em Little Italy. Acho que a intensa experiência em Cuba contribuiu para isso. Estar em um lugar como nenhum outro no mundo, com cor, brilho e política especial, que não segue, digamos assim, o padrão de beleza das cidades-padrão, dá o que pensar.

Também em homenagem a essa minha nova descoberta, a partir da próxima terça-feira, estarei promovendo um Leilão Beneficente. O inusitado neste leilão é que ele vai homenagear uma cultura muito querida, a russa, com bonequinhas, as babushkas, customizadas por gente da comunicação + artes dos centros cosmopolitas.

O leilão será online na página http://www.babushka.com.br, e, se você acessar o site amanhã, poderá dar uma olhada em algumas bonecas feitas por pessoas como Mauren Veras, Marcelo Trasel, André Czanorbai, Beatriz Balen Susin, Renata Timm, Jules Medina, Diego Medina e outros supra-sumos das gerações x e y.

Além de poder levar pra casa uma bonequinha linda, você poderá ajudar duas entidades muito legais, a Orquestra de Flautas da Vila Mapa, de Porto Alegre, e o Projeto Arrastão de São Paulo. Ah, e também levar um pedacinho de autenticidade de gueto, o que faz bem para qualquer ambiente.

*L’Andreis quer dominar o mundo para poder fazer o bem sem ver a quem, já que estará em um iate em St. Barth com o note no colo, totalmente longe da GERAU. Escreve aqui às quintas. Você pode bisbilhotar seus planos aqui.

3 Comentários

Arquivado em decisão com PH, inspiração, L’Andreis, recadinho

3 Respostas para “Leilão de Babushkas

  1. Lembro de um episódio que o Rafa me contou quando te encontrou no vôo SP-PoA, na tua volta de Cuba.
    Carol pergunta: “As pessoas continuam fazendo aquelas festas anos 80 em Porto Alegre?”
    Rafa responde que sim. Carol lamenta: “Quando é que elas vão parar com isso, hein?”

    Chorei de tanto rir!

  2. Ah, agora é que não vão parar nunca. =)

    bjs

  3. Aguardo mais notícias sobre a temporada em Cuba.
    Tive o prazer de passar dez dias de fevereiro de 2008 lá e, desde então, não tem dia quente que não pense como seria estar caminhando pelo malecon.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s