Réquiem a três objetos amados

A perda embaça a minha visão

A perda embaça a minha visão

Por SextaSessão*

Toda mulher ama algum objeto. Parece fútil, parece inútil e parece ridículo. Mas a gente é assim. Não só a gente. Alguns homens (como o Rafa declarou amor por sua cama – relembre aqui) têm ligação afetiva com seres inanimados, em geral, objetos de grande porte, caros ou tecnológicos, como automóveis, TVs de plasma, sistemas de som, celulares, relógios e peitões de silicone.

Mulheres costumam se afeiçoar por suas casas ou por coisinhas menores. Algumas têm tipos de objetos de adoração, outras veneram peças específicas, independentemente da natureza e da utilidade.

Imagina a situação: teu apartamento está pegando fogo e não há outro ser vivo lá dentro. O que tu salvarias do incêndio? Sou prática, tiraria a escritura do apartamento. Mas se desse mais tempo, jogaria pela janela meus álbuns de fotos, meus livros de arte e a coleção de Melissas, nesta ordem. Comigo, carregaria dois anéis, os dois relógios Nike Triax e os óculos de sol.

Pois bem, dois desses óculos faleceram recentemente. E não superei a perda.

Vai dizer que sou fútil e nunca perdi algo importante para dar tanto valor a objetos? Não é isso. Pensa comigo: tudo que é imaterial se esvai. Bom-senso, paciência, sanidade, saúde, juventude, fertilidade, convicções, sentimentos.

Mas com os objetos, podemos contar. Estarão ali, confiáveis e imutáveis, caso sejam usados com cuidado e parcimônia. Meus óculos negaram sua vocação. Ficaram os cadáveres, lindos, e as lembranças, embaçadas.

Sei, tenho outros motivos para entristecer. E poderia usar meu tempo (e o de vocês) para coisas mais importantes.

Mas hoje quero fazer uma homenagem a esses objetos. Foram comprados em locais especiais e situações inesquecíveis, participaram de momentos importantes, disfarçaram ressacas, preveniram enxaquecas, salvaram produções descuidadas, esconderam meu olhar tantas vezes quantas precisei (e não foram poucas).

Minha memória, como disse outra vez (relembre aqui), é uma releitura ficcional do passado, inconfiável, modificada. Mas os objetos deveriam ser perenes. E esses óculos eram representações sólidas de momentos que – como é próprio dos momentos – escaparam.

Imagino que vocês tenham algum objeto assim. Aproveitem. Cuidem.
Tudo se esvai. Eles também.

*SextaSessão vai esconder o olhar atrás de outros óculos escuros, mas nunca esquecerá dos que partiram. Tira a máscara aqui nas sextas-feiras. Nos outros dias, mantém a compostura no seu blog.
Eles partiram, mas foram amados em vida

6 Comentários

Arquivado em passado phino, sentimentos phinos, SextaSessão

6 Respostas para “Réquiem a três objetos amados

  1. Eu não teria como salvar minha cama. Talvez salvasse minha vitrola, não sei… Quem sabe tentasse resgatar os livros que ainda não li ou os que já li e releio de vez em quando? Já sei, o Chico, o gatinho aqui de casa!

    Não importa. O texto tá um primor. E um dia conta pra gente sobre essas coisas mais importantes… Vai ser muito, muito, lindo, garanto.

    Beijos. (desenhos sensacionais)

  2. Maeli

    Lindo texto, amei

  3. Colega maluca 1

    Lindos óculos, eu sei, mas estavam fadados a não durar

  4. Ms.Riverside

    Depois que botaram uma bomba na padaria debaixo da minha janela sempre penso nos “salvados”.
    Não cheguei a uma conclusão do que levar comigo, mas desde então resolvi ter sempre à mão um phino pegnoir: já pensou que horror ter que sair correndo porta afora e passar a noite na rua olhando incêndio ou prédio desmoronando só de camisolinha, ou só de calcinha, ou talvez nem isso…

  5. Pingback: Eram só objetos, mas como dóem « Sextasessao’s Weblog

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s