Cansei do carioca. Quero agora o uruguaio

Me leva pro mar, me chama de anêmona

Me leva pro mar, me chama de anêmona

Por SextaSessão*

Existe na minha “relaçã” o fator “banho de mar com Chico Buarque”. Uma licença prévia, um salvo conduto, um passe livre. Há anos, quando o compositor foi fotografado aos beijinhos com uma mulher casada no mar de Copacabana (ou Ipanema), eu disse ao administrativo: “eu te amo, mas tu tens que entender uma coisa: se o Chico Buarque quiser tomar banho de mar comigo, eu vou”. Considerando que detesto banho de mar (lembre aqui), perceba o quanto a situação é séria.

Depois, fiquei sabendo que outras colegas disseram o mesmo, com mais ou menos phineza, aos seus cônjuges, namorados, FF e homens do tipo. Mas depois que vi fotos recentes do Chico sem camisa, suspendi indefinidamente o passe. Achei que a banda passou, e ele não tem mais os mesmos apelos não-musicais.

O administrativo também tem seu “banho de mar com..”. Só que, ao contrário de mim, ele varia tanto a escolhida que nunca consigo acompanhar. Imagino que está na fase Fernanda Lima ou Jenifer Conely. Já teve Daril Hanna, Sandra Bulock, Verusca Donato, Fernanda Jung e outras que esqueci. Se eu errei na grafia do nome de alguma, não me corrijam, estou me lixando.

Pelo Leonard Cohen, sempre declarei o meu amor. Mas o velhinho não é fotografado de calçãozinho em Copa, e isso dificulta a minha decisão se o amor poderia evoluir do platônico ao carnal. Ante a um clipe do CD Dear Heather, administrativo declarou: “esse velho ainda come gente”.
Ao que não pude conter um suspiro, pensando que, se ele come hoje, imagina o que fazia quando era o gostoso da época de “Oh, Suzane”.

(Bem) Poucos e (bem) bons já povoaram o imaginário aqui, mas, muito cedo, descobri que só dois tipos de pessoa causariam tsunamis na minha fantasia: quem toca algum instrumento e quem desenha (Cohen faz os dois. Uhuu!). Mas sou monomotivada, e nenhum havia ameaçado o monopólio de Chico Buarque.

Agora ele está muito sambadinho. Dançou.

Preciso ter uma nova conversa com o administrativo e mudar o voto. Tenho que anunciar o “banho de mar com Jorge Drexler”. Pronuncie /rror-rre/, por caridade. Para quem ainda não o conhece, dá uma olhada no vídeo abaixo e responde: tem como não amar?

*SextaSessão lamenta que os três músicos supracitados nunca tenham passado por sua cama e nem dividido um mesmo palco. Mas se conforma em assistir a Jorge Drexler cantando Leonard Coehn Chico Buarque. Escreve, aqui, nas sextas-feiras e tem outros vídeos do uruguaio em seu blog.

Anúncios

11 Comentários

Arquivado em homem phino, mulher (realmente) moderna, sentimentos phinos, SextaSessão

11 Respostas para “Cansei do carioca. Quero agora o uruguaio

  1. Pingback: Jorge, corazón, me leva pro mar « Sextasessao’s Weblog

  2. tenho q concordar que, com aquela cara de ‘sujinho’ (leia-se estudantes da geologia/história) y hablando español, fica difícil resistir!

  3. Colega maluca 1

    Ah, adorei essa versão da música oscarizada! Repare na cara da moça de camisa branca na platéia, aos 0:29… deve ter sido essa minha cara no show a que tive o privilégio de assistir (SS tb, né?) Sim, o moço é tão simpático em shows ao vivo quanto em gravações televisivas, juro! SS, miliga!

  4. vivi

    eu d*v* pro Leonard Cohen, mesmo que ele esteja todo caído (deu pra entender o que é d*v*?)

  5. O Outro Lado

    “no mar de Copacabana (ou Ipanema)”

    É LEBLON. Desculpa corrigir, mas é importante. A língua negra do Jardim de Alah torna o Leblão a praia mais porca da zona sul.

    • Concordo com O Outro Lado, mas não vou corrigir por meio de EDIÇÃO. Acho importante a informação. Chico nunca foi burro, então o fato de ter sido no Leblão significa:

      1) Ele estava realmente apaixonado pela moça e esqueceu os paparazzi de fachada e a sujeira do mar.

      ou

      2) Foi de próposito meixmo, uma prova de amor, pra gata fazer tuuudio de bom com ele. (Mas será que precisava de banho de mar pra ela fazer tudo que o Chico pedisse-mandasse?)

    • Pra falar a verdade, pouco me importa a localizacao da praia, mas a localizacao do beijo do Chico.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s