Capítulo 2: tô pagaaaaaaando

Tá com medinho? Entra comigo, vai, prometo que a gente dança goxtoso

Tá com medinho? Entra comigo, vai, prometo que a gente dança goxtoso

Por Rafa*
(Direto de Berlim)

Minha vida funciona mais ou menos assim: são 11 meses de trabalho (inclui academia, um pouco de sexo, amigos e leituras) e um de férias. Claro, em se tratando das MINHAS férias, elas são sempre especiais.

Decidi fazer como faço hoje quando tinha exatos 20 anos e passei dois meses na Europa. Um na Espanha, onde conheci 10 cidades (preguiçaaaaa, só de lembrar já me canso), e mais um em Londres, somente uma cidade em 30 dias. Curti a capital inglesa como se deve, conheci os lugares e a vida local. Sem a pressa e a afetação de turista. A segunda experiência, sem dúvidas, mudou a minha maneira de enxergar as coisas. E por que não repetir todo o ano?

Rafa, então, foi feliz para sempre, ao menos durante 30 dias do ano.

Foi depois de Londres que entendi melhor como são as coisas. E tive meus momentos, claro. Como aquele choro descontrolado no metrô depois de se despedir de um amor de verão em pleno inverno inglês. Não vem ao caso.

Em Londres, as fotos estão piores, se comparadas com as da Espanha. Mas as lembranças são as melhores. Uma delas, claro, foi o jantar memorável pago pelo meu amigo suíço de Genebra em um restaurante top de Londres. Cansado de comer com os jovens no McDonald’s, ele resolveu me levar a um francês de qualidade. E pagar a conta.

Quando a fatura chega, imagina o meu espanto… DUZENTOS E CINQÜENTA LIBRAS (quase mil reais). “No problem”, disse Bertrand, com seu inglês com aquele “r” puxadinho gostoso de quem fala francês. Obviamente, eu não teria como ajudar a pagar aquela quantia.

O ano era 2000, e eu era jovem. O suíço devia ter a idade que tenho hoje, 29, e trabalhava em um banco que, além de bancar o seu curso de inglês e hospedagem, pagava seu salário. Foi uma amizade gostosa. Durou um mês, umas cartas e fim. Coisas da vida, não vamos lamentar, não é mesmo phinos amados?

Bom, vocês que aqui me acompanham já sabem, mas, para quem tá chegando hoje, eu explico. Estou passando férias em Berlim. Estudando alemão etc etc, como fiz em Londres. Então que sábado à noite, quando dançava em uma baladinha indie chamada “White Trash Fast Food” com meus novos amigos, Ian, 18 anos e americano, e Clement, 19 e francês, voltei no tempo. Já explico, primeiro deixa eu apresentar os meninos.

Ian é o melhor aluno da turma. Mora em Chicago e é educadíssimo.Veste-se bem. Na festinha, por exemplo, estava com uma camisa xadrez que a princípio não fazia sentido algum. Na hora da dança, foi o cúmulo da phinesse e deu de dez a zero nas vestimentas dos berlinenses. Ian é gente que vai dar certo. Já apostei minhas fichas nele.

Clement é skatista e se veste como tal. Não julguemos. Mas tem aquele charme que só os skatistas têm. Somado ao glamour natural dos franceses, o transforma num ser muito phino. Anda de bicicleta e sábado pegou uma gostosa na balada, coisa rara de se ver aqui na capital dos alemães. Ícone fashion minha gente, já senti. (Depois eu mando fotos pra vocês se inspirarem.)

Eis que, em determinado momento da balada, eu fui comprar uma cerveja e perguntei se Clement queria uma também. Ele disse que não tinha mais dinheiro. Então lembrei de Bertrand, seu cabelo bem aparado, as melhores roupas, sua indescritível sofisticação e, obviamente, O JANTAR.

O espírito dele baixou em mim, saquei 10 euros do bolso e avisei: compra 3, uma pra mim, outra pra ti e mais uma pro Ian, que há horas não pedia mais nada pra beber. Clement agradeceu, mas eu fiz questão de frisar, em bom alemão, que aquilo não era de graça. “Quando você tiver a minha idade e algum dinheiro, não esqueça desse dia e não deixe um jovem sedento por álcool na mão.” Ele entendeu e tenho certeza de que no futuro o moço não vai me decepcionar.

Eu, claro, fiquei muito orgulhoso ao ver que tenho tamanha bondade no meu coraçãozinho. Afinal, compartilhar ensinamentos de phinesse é o must-have da estação, vocês não concordam, phino amados?

*Rafa aproveitou o domingo para conhecer um mercado de antiguidades na capital alemã que fica fora da rota dos turistas. Mesmo cansado, escreveu sua coluna direto de Berlim. Debate sobre temas importantes para a humanidade aqui, às segundas. Nos outros dias, espalha um pouco de phinesse e amor, sem se importar com o local.

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em correspondente internacional, festas phinas, fica aí a dica, passado phino, Rafa

10 Respostas para “Capítulo 2: tô pagaaaaaaando

  1. vivi

    me lembra muito londres “we are your friends”. super jovem.

    em tempo: acho phino essa coisa de generosidade monetária.

  2. Lindo, Rafa.
    Adoro skatistas, manda foto e mostra uma minha pra ele, ok?
    =)

    bjs

  3. rafa phino também ensina generosidade!

  4. sabe que eu quase chorei. hahahhahahaha

    as vezes eu compro sanduiches pro assistente. hahahahhahaha

    aproveita aí.

    beijos
    p.s.:eu tb adoro skatistas. e a proxima coleção vai ser, em parte, pra eles.

  5. Nathalia

    que bonito, snif….hehehe
    saudades tuas!

  6. O Outro Lado

    Muito belo, o texto, as idéias, o princípio.

    Ainda não cheguei no ponto de poder praticar a generosidade – não esta desprendida, preciso daquela retribuição. Uma casa própria e começo.

  7. Di

    Coisa bem boa esse post Rafa!

    Sempre muito phino e bondoso…

    PARABÉNS!

    Abração e aproveita as merecidas férias guri

  8. Luciana

    Muito, muito bom o texto Rafa. Saudades de ti! (olha que eu uso ti agora, espera mais um pouco que chego no tu). bjo.

  9. Phinesse gera phinesse.

  10. Roupa Velha

    “Direto de” hein!! Faaaaala!!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s