Tostada na rachada

Toda essa phinesse nudista tem seu preço

Toda essa phinesse nudista tem seu preço

Por Dany Darko*

Logo que chegamos na Costa Brava, região do litoral catalão, pedimos informações sobre as praias mais bonitas, menos lotadas e com menos franceses. O guia advertiu que os lugares que procurávamos eram os mais afastados da badalação do verão espanhol, “um tanto particulares”. Portanto, praias nudistas.

Mas, bunda a mais, bunda a menos, eu já havia passado por um refúgio nudista francês no verão passado e muito havia me divertido com as peripécias dos phinos pelados tostando suas genitálias nas falésias de Cassis (sonha que tem praia de areias brancas por aqui). Resolvemos conhecer as praias naturistas da Catalúnia.

Comentário tecido por petit-ami logo que chegamos em um dos destinos: “isso é a feira da salsicha”. La foire de la saucisse, amigos phinos, nada tem a ver com homens e seus PÊNISES em exibição. A feira da salsicha significa anarquia geral, relativo, nesse caso, ao comportamento dos nudistas.

Porque, na Costa Brava, para ser mais eclético, só faltou terno e gravata. Do resto, tinha de tudo: do maiô de vó à nudez completa; do topless aos strings femininos e masculinos; da ausência total de depilações à trancinhas pubianas. O único acessório indispensável nas praias catalãs é o sapatinho para caminhar nas pedras. O resto, fica a critério da imaginação e dos gostos de cada um.

Confesso que o visual era um tanto desconexo: peladice + sapatinho de sleeve é how bizarre. Mais bizarro ainda é a aceitação do desconforto do descanso nu nas pedras incandescentes das praias catalãs. Uma prova disso era Seu Koo, um senhor bem na minha frente que levantava para ajeitar sua toalha e sua posição de minuto em minuto e atrapalhava a minha vista para o mar. Nas inquietações e alongamentos de Seu Koo, tivemos uma verdadeira aula de anatomia íntima.

Mas, analisando o comportamento dos anárquicos veranistas da praia naturista, percebi que a nudez geralmente evoluía com o aumento da faixa etária. Até a adolescência, biquínis, para as moças, bermudas, para os gajos. Na faixa dos 20-30, elas eliminam a parte de cima da vestimenta e algumas optam pelo string. Depois dos 30, não sobra nenhuma vestimenta. No entanto, para o string masculino, é preciso chegar no mínimo aos 50. E em bom estado, que parece que morcilha + fio dental não faz parte da preferência catalã.

De tanto observar e me distrair com a nudez alheia, voltei das praias nudistas com uma certeza: entre os modelos de opções, acessórios e depilações, protetor solar é única regra desse anarquismo nudista. Porque, lá onde o sol normalmente não chega, exigem-se cuidados além das trancinhas pubianas. Independente do estilo rasta, black power, ou skinhead de suas intimidades, não há descrição para a dor da insolação genital. Dessa vez, não é exagero aconselhar.

dany_avatar*Dany Darko participa voluntariamente de indiadas e roubadas pelo amor à phinesse. Depois do sol de 40 graus das praias naturistas na Catalúnia, vai esfriar o corpo nos Alpes, onde passará quatro dias escalando montanhas into the wild. Phina, com ou sem hipoglós, comparece aqui, às quartas.

3 Comentários

Arquivado em correspondente internacional, Dany Darko, fica aí a dica, vergonha alheia, vergonha própria

3 Respostas para “Tostada na rachada

  1. Me arrepia a idéia de praia de nudismo desde que dois repórteres, um de SC e outra da PB, cobriram encontros de naturalistas em praias de seus estados. As fotos eram um show de horrores: só tinha bagulho pelado! Coisas que eu preferia ter passado pela vida sem ter visto.
    Sou muito a favor da exibição pública da nudez, desde que seguidos critérios mínimos de controle de qualidade.

  2. ótima a sugestão de SS. controle de qualidade já.

    se bem que, acho que prefiro nao ver.

  3. Parafraseando Nelson Rodrigues:

    Toda nudez (com exposição de murcilha) será castigada!

    Beijos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s