Olhos nos olhos

quero ver o que você faz

quero ver o que você faz

Por Dany Darko*

Leonardo da Vinci disse que os olhos são a janela da alma e o espelho do mundo. O gesto singelo da troca de olhares comprova a sentença. Não existe verdade sem olhos nos olhos, assim como (quase) nenhuma mentira resiste ao encontro das pupilas.

Inesperado ou proposital, o olhar cria um vínculo que pode ser fugaz ou permanente, pode compartilhar opiniões e sentimentos, inspirar segurança, complacência, mas também discordância e reprovação. E dizem que há coisas que só o olhar transmite, rechaçando a necessidade da expressão oral, visto que os olhos falam por si – ou por mim, você e todos nós.

Vinda de um país onde facilidade de expressão é uma das especialidades nacionais, das conversas soltas que correm por horas a fio e das aberturas e liberdades de convivência e relacionamentos ilimitadas, me surpreendi com a inversão de valores do denominado Velho Mundo. Ao contrário da terrinha, aqui, os olhares evitam encontros, estão sempre flutuando no vazio, se constrangem ao esbarrar nos olhos alheios, fogem.

Já as pupilas mais ousadas acreditam que troca troca é uma alusão sexual. E aí abordagens acontecem sem qualquer indício de interesse dos desavisados. Até que me aconselharam: pare de olhar nos olhos das pessoas porque a troca de olhares indica concessão, intimidade e abertura. Passei a fazer jogging olhando para o chão depois que fui parada por uma criatura dizendo que tinha química nos nossos olhares. NOT.

E aí a contradição: como um povo que preza tanto modos, maneiras e educação consegue conviver com essa fuga constante das pupilas? Os vizinhos que dizem bonjour (tradução: bom dia) não importa quantas vezes passarem por você num mesmo dia. Os passantes que desejam bon appétit (tradução: bom apetite) para os desconhecidos que almoçam nas terraças pelas ruas. Os comerciantes que emendam cumprimentos para os clientes no final de cada compra. O circo todo é armado, mas o espetáculo é para (os opcionalmente) cegos.

Ou para os tendenciosamente cegos. Porque vejo (porque faço questão de enxergar) que é assim que a cousa toda evolui. Primeiro, a gente nega os olhares, depois as ações, depois as vontades, depois a sensibilidade… e chega uma hora que nada mais importa. Fechamos todas as janelas, quebramos todos os espelhos. E aí a gente vira gelo.

* Dany Darko é a favor de emoções, das explosões e expressões. Chora com a mesma facilidade e frequência que ri, mas não é emo nem freak (viu, editor?). Luta contra a cegueira emocional, apesar dos seis graus de miopia, aqui, às quartas, e , com os olhos sempre abertos.

Anúncios

10 Comentários

Arquivado em correspondente internacional, Dany Darko, malhação com PH

10 Respostas para “Olhos nos olhos

  1. “fui parada por uma criatura dizendo que tinha química nos nossos olhares”

    Mas eu quero correr nesse parque é AGORA!!!

    Adorei coluna de hj Dany, mas não sei se concordo com tudo. Acho que só encaro os bonitos.

    Beijos

  2. concordo com o Da Vinci.

    olhos dizem tudo. os meus, desde as coisas mais belas, às sentenças de morte. as vezes, quando tenho medo do que eles possam dizer, uso óculos ou desvio o olhar.

  3. vini

    eu tb sou a favor de emoções, expressões e explosões. e experiências e êxitos.
    E adorei.

  4. como saber a intensão sem poder olhar no olho? será que não acaba tudo como falsa cortesia?

  5. Di

    *Di, chora aqui, sempre que pode sentir a emoção que Dany expressa quando escreve. Adoroou o post e concorda. Um olhar vale muito mais que mil frases elaboradas.

    Beijão Dany e bom início de semana!

  6. Lo

    lindo, Dany!!! eu sempre tinha (e tenho) a impressao mecanica de alguns gestos tidos como “polidos”…nada adianta dizer “bonjour” sem a energia que acompanha um olhar, um sorriso, uma expressao vinda do coraçao!! e so os sensiveis para entender isso!!! beijocas, queridona!!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s