Julie & Rafa

Julie, gordinha e esperta

Julie, gordinha e esperta

Por Rafa*

Eu realmente queria que alguma editora grande lesse o EBDP e descobrisse o talento que existe por trás deste cujas ideias você acompanha neste momento. Do fundo do meu coração, confesso: eu gostaria muito que alguém me contratasse para que eu pudesse dar a minha opinião sobre a vida com um texto semanal que me rendesse milhões por ano –tá, pagando um salário que desse para garantir a coleção de inverno já tá valendo.

Foi mais ou menos o que aconteceu com Julie Powel, a moça que escreveu o livro Julie & Julia, o qual devorei neste final de semana e que deu origem ao filme gostosinho que está me cartaz nos melhores cinemas do país. Convenhamos que ela mereceu: o ano era 2002 e ela decidiu fazer um blog (uau!).

Se naquele tempo fazer um blog já era uma ideia bem ousadinha, imagina se tivesse um tema interessante. Como vocês sabem, a guria tava na crise dos 30 e resolveu fazer as mais de 500 receitas do livro da Julia Child, espécie de Ofélia dos Estados Unidos, e relatar a experiência no cyberspace. Foi puro sucesso. Hoje, Julie tá chegando nos 40, pelo jeito, sem muitas crises e rica.

Comparando a minha história com a da americana, fica fácil entender por que ninguém quer me patrocinar e me dar um salário por causa do EBDP. Convenhamos, fazer blog em 2009 é tão datadinho.

Na real, a coisa é bem mais triste que não ganhar milhões. Desde a saída de SextaSessão, tenho andado um pouquinho triste com o EBDP, que perdeu um pouco de sua classe e seu glamour sem todos os colunistas que iniciaram esta empreitada.

Mas sabe duma coisa? Se eu parar pra pensar, o blog só me trouxe coisas boas. Conheci pessoas legais através dele, passei a manter um contato quase que diário com amigos queridos que há tempos não falava e recebo, vez ou outra, recadinhos fofos de desconhecidos que me fazem ter vontade de continuar escrevendo toda segunda. Até convite pra sair eu tive por causa do EBDP.

Na semana que passou, Dany Darko quis nos abandonar, mas eu não deixei. Aumentei seu salário (mentira!), e ela prometeu fazer um esforcinho pra segurar as pontas e distribuir o seu glamour direto da França por aqui por mais algum tempo. L’Andreis segue ótima, firme e forte ao me lado (desde 1999, diga-se de passagem) e tem arrasado a cada semana com seus textos que nos ajudam a entender melhor a vida.

Em resumo: a semana que passou não foi das mais emocionantes, por isso tanto blá, blá, blá. Mas parei um pouquinho pra refletir sobre a minha vida, ou seja, sobre phinesse. “Ai, que adiantadinho esse Rafa, achei que o momento de fazer aquele balanço era no Natal”, me diz a gatinha. É também, mas não vamos descartar que ainda temos um mês pela frente, em que muita coisa pode e deve acontecer.

Para os queridos que tem se preocupado comigo, eu adianto que está tudo bem, apesar daquele probleminha, o coração. Mas como, neste caso, a gente depende de outrem, o melhor é levar a vida na buena e não pensar muito no assunto.

Para quem escreveu por e-mail pedindo notícias minhas, vamos lá: o apartamento novo está cada vez mais legal. Compramos mesa, colocamos cortina na sala e já podemos chamar a galere pra uma festinha, ainda mais agora que voltei a cozinhar, inspirado na Julie. (O jantar do domingão tava uma delícia, roommate está de prova.)

No trabalho, está tudo certo, e o corpitcho tá quase em forma para o ano novo no Rio de Janeiro. Mas, o mais legal, é poder contar com os amigos que eu tenho. São eles que me dão aquela força nas horas mais difíceis e me incentivam a seguir por aqui, mandando recadinho de phinesse pra vocês toda semana. Hoje, a coluna é para eles. Boa semana para todos!

Abaixo, musiquinha phina e delícia do Moby que tá trilha do filme “Amantes”.

*Rafa não está muito inspirado esta semana, mas anda muito bem, obrigado. Aparece por aqui às segundas, com conteúdo phino, de valor ou não. Nos outros dias, busca referências e ingredientes de qualidade por aí para refrescar a cuca e abastecer sua cuisine.

4 Comentários

Arquivado em inspiração, no telão phino, Rafa

4 Respostas para “Julie & Rafa

  1. O jantar estava mesmo ótimo. Este filme te fez mesmo muito bem. AMEI, estou pronta para provar os próximos!!!

  2. vini

    o primeiro parágrafo do texto é a coisa mais anti-humildade que já li nos últimos tempos.
    e acho que blog ainda é atual. hj não é mais “meu querido diário” como em 2001. são mais temáticos e tdo o mais.
    e tem zilhões de mídias e coisas mais ‘fáceis’.
    convenhamos, o povo tem preguiça e prefere 140 caracteres.
    eu particularmente fico puto com o fato de o email ser uma arte esquecida. 140 caracteres sempre não dá né?
    e continue phino em 2010 e por mtos e mtos anos.

  3. Di

    Opaaaaa,

    Então já estou pronto para ir fazer um visitinha à capital Paulista!

    ^^

    Coisa boa que tá tudo bem Rafa…

    Beijão e boa semana

  4. “Até convite pra sair eu tive por causa do EBDP.” INVEJA!
    Eu não recebi nem convite pra tomar um copo d’água.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s