Got to be real

Carrie on

Carrie on

*Por Vini

É como diz uma amiga minha: “gosto é igual braço, tem gente que não tem, né?”

“Nossa, que horror, Vini, como vocês são cruéis”.

Verdade, queridos, somos cruéis e adoramos. Humor negro à parte, eu tento respeitar os gostos alheios. Afinal, sou jurista e tenho embasamento teórico vasto neste sentido. Viva o plurarismo e que cada um cuide de sua vida, não é mesmo?

Mas, sempre há um porém. Existem certas pessoas que me deixam com a pulga atrás da orelha, para usar uma expressão bem mil novecentos e guaraná de rolha. São os enrustidos.

Para o bem ou para o mal, eu malho em uma academia infestada deles. Cidade do interior, as pessoas têm medo e tudo mais, e lá vai a história.

Eu não gosto de rótulos e respeito muito a diferença de cada um. Não acho que todo homem que gosta de Madonna é gay, assim como acho que gay pode gostar de futebol e assim vai.

Ilustremos. Eu tenho um grande amigo que se veste super bem, gasta com produtos de beleza, vai para balada, escuta todo o dragpop e está bem casado com uma guria no Canadá. E as pessoas me perguntam: ele é? Eu digo categoricamente que não e acredito nisso numa boa e somos todos felizes.

Agora, existem pessoas que forçam demais. Vamos ao meu personagem favorito: “o muito estiloso para ser hétero”, apelido dado a um guri da academia.

Alto, malha muito. Se você prestar atenção, verá que o rosto é feio. Corre na esteira com um micro-short, alegando ser bom para corrida. Sai da esteira e vai se alongar, suado, conversando na frente dos demais colegas. E faz aquele alongamento bem explícito e exagerado, com movimentos circulares. Já vi até rolar abraço. E, cuidadosamente, joga um “pra caralho” na frase. Ah, claro, não esqueçamos da camisa do time de futebol.

E ele se veste bem, até. Roupas diferentes do senso comum. Mas, não dá, o radar apita. E isso é praticamente o sétimo sentido, meus caros. E, dae, eu não entendo. Realmente ele parece se esforçar demais para estar no clima da suposta heterossexualidade.

“E daí, Vini? O problema é dele”.

De fato, é. Não é meu amigo, nem nada. Mas é que se eu estiver correto, o jogo que ele faz deve ser muito cansativo, porque me parece ser tudo muito planejado. E se eu estiver errado quanto a ele, com certeza tem muita gente nessa situação.

Eu, por exemplo. Sou na minha. Não sou machão, nem faço estilo. Não sou militante. Tento ser apenas eu.

E isso tem dado certo. Neste meu tempo, fora do armário, não sofri preconceito, nem nada, obrigado. Talvez seja porque eu não me preocupoe muito com isso. Talvez porque eu conviva com pessoas evoluídas. Talvez eu tenha sorte. Talvez os tempos estejam mudando.

A questão é que muitas vezes a nóia reside na cabeça da própria pessoa, que, justamente, é a primeira a se rotular. Abstraia e mostre seu conteúdo, seja lá o sabor que ele tiver.

Faça igual a Carrie: pegue a calcinha brilhante (para quem tiver e curtir) e se jogue na passarela. Se cair, levanta, sem ligar pra plateia, porque é isso que as pessoas reais fazem.

*Vini está com o radar sempre ligado e desfila aqui às terças-feiras.

Anúncios

3 Comentários

Arquivado em malhação com PH, vergonha alheia, Vini

3 Respostas para “Got to be real

  1. alongamento bem explícito e exagerado, com movimentos circulares = bichona

  2. Jouviã

    você está melhor que eu, ainda tem quem observar, eu tenho pessoas da idade da minha mãe pra olhar na academia, não é muito bom.

    E concordo com a coisa do cada um cada um, e a falta de conteúdo que as pessoas mostram.

  3. sou o que penso. dou o que tenho. e, tenho aquilo que mereço!

    mas se preconceito existe?… ahh! eu nao tenho dúvida

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s