Estar perto não é físico

Por Rafa*

Sei que faz tempo que não apareço por aqui. Na verdade, não tenho muita coisa pra dizer ultimamente sobre a phinesse, cada vez mais rara. Mas não pensem que abandonei vocês.

É que há tantos filmes pra ver no cinema, tantas bandas novas pra escutar, outras coisas pra escrever. E, quando decidi me manifestar neste espaço, era pra sair engraçado, divertido.

Não estou triste, não fiquem preocupados. Mas estou melancólico. Sinto frio, mesmo com muita roupa. Sinto saudades de algo que nunca tive. E claro, sinto falta de você, que hoje não vai me ler, muito menos me ver. Dormir comigo então…

Nem espero mais, e tu sabe disso. Mas é que, sei lá, tanto tempo ausente por aqui; tantas ausências das duas partes.

Leitor, não me leve a mal, mas hoje você não vair rir. As piadas são as velhas, nada supreendente aconteceu. E eu nunca trabalhei tanto. E estou tão feliz.

A lição do dia: estar perto não é físico. Não entendeu. Vai ver “Os Famosos e os Duendes da Morte”. O nome não ajuda, mas é tão bom. Fica mais fácil compreender.

Volto em breve, mais engraçado. Ou triste. Phino, com certeza.

*Rafa escreve aqui às segundas. Adiantou porque faz tempo que não aparece.

Deixe um comentário

Arquivado em fica aí a dica, no telão phino, Rafa, sentimentos phinos

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s